2013, Mercedes vai aumentar produção

11/01/2013 14:05

Graças às medidas de incentivo para a compra de caminhões e ônibus, a Mercedes-Benz convoca 1 500 empregados, que haviam sido afastados temporariamente, em maio, para retornarem a trabalhar na fábrica até 28 de janeiro do próximo ano. Em 1º de fevereiro, a empresa também começará a trabalhar com segundo turno na linha de montagem final de seus caminhões.

Chamado de lay-off (a suspensão temporária do contrato de trabalho para qualificação (sic), a medida de flexibilização do contrato de trabalho foi elogiada pelo presidente da Mercedes-Benz, Jürgen Ziegler, pois permitiu que os empregados fossem afastados no momento de crise no mercado e agora podem retornar no momento que a empresa precisa deles para atender a crescente demanda do mercado graças aos baixos juros do Finame.

Para 2013, a expectativa da Empresa é que o cenário de negócios para veículos comercias seja mais favorável. “O anúncio de ferramentas de financiamento adequadas ao setor com regras definidas para todo o ano de 2013, aliado à espera de safra recorde e de investimentos em infraestrutura já impactam positivamente nossa indústria. Além disso, se o crescimento da economia brasileira como um todo for maior do que em 2012, certamente, teremos um excelente mercado de caminhões e ônibus no próximo ano”, conclui Ziegler
Marcos Villela

fonte
http://transportemundial.terra.com.br/index.asp?codc=2049